Instalações na Praça da Armação são retiradas e depredadas

Academia de alongamentos sendo instalada no local na sexta-feira.

Na sexta-feira, 16 de Março, a Prefeitura entregou à comunidade a Praça da Armação. O espaço público foi cercado e teve a instalação de uma academia de alongamentos e um parquinho. 

As instalações implantadas na sexta-feira foram completamente arrancadas e depredadas, menos de uma semana após as instalações, por um possível responsável identificado nas redes sociais como Aguiar.

''O espaço foi cedido pela Secretaria do Patrimônio da União para a PMF pelo período de 20 anos para uso EXCLUSIVO de um parquinho infantil. Não existe nenhuma outra razão legal para a atitude desta pessoa.'' Informa um morador da região em seu facebook, após ser questionado se o processo de reintegração de posse pela União e Prefeitura já terminou. 

De fato, o terreno foi cedido ao munípio de Florianópolis desde 2017, mas o responsável pela retirada das intalações alega ser dono do local. O seu mandado de segurança na Justiça Federal não foi aceito e recorre no Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4) para comprovação da posse do local. Seu advogado diz ainda que ele vai requerer a ação de usucapião da área, argumentando que seu cliente é dono e pode fazer o que quiser no local. 

Na manhã desta quarta-feita, 21, moradores protestaram no local em prol de um espaço público. Todos os órgãos da imprensa compareceram, assim como o advogado que está cuidando do caso de Aguiar, e segundo ele, a documentação do Governo Federal cedendo a área para a Prefeitura por 20 anos para executar um parquinho infantil não tem valor. 

A Prefeitura diz que vai pedir indenização pela remoção da estrutura. Medidas já estão em andamento inclusive na área judicial contra essa situação.

Redação DuCampeche

Homem retira as instalações feitas na sexta-feira.Instalações na Praça da Armação são retiradas e depredadas