A herança de um povo

Há 516 anos, quando os portugueses chegavam ao Brasil, as terras tupiniquins já eram habitadas por cerca de 5 milhões de nativos, apelidados pelos colonizadores de "Índios". Desde a data de seu descobrimento até hoje, a população indígena diminuiu drasticamente, para, segundo a FUNAI (Fundação Nacional do Índio), 358 mil índios.

O Dia do Índio, que é comemorado no dia 19 abril nos continentes Americanos, surgiu no Brasil em 1943, através de um decreto de lei, número 5.540, assinado por Getúlio Vargas. O dia é uma homenagem ao Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, que aconteceu em 1940, no México, e contou com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América e líderes indígenas.

A cultura deste povo é de extrema importância em nosso país, pois foi da fusão dos índios, dos africanos e dos colonizadores que nasceu a sociedade brasileira. É triste ver povos sendo extintos por causa do próprio ser humano, fruto de atividades como a mineração e a exploração dos recursos naturais. Aonde está o respeito pelos nativos que já habitavam estas terras quando os colonizadores chegaram? Como fica a vida destes que perdem seus direitos de viver com dignidade?

Os povos indíginas nos deixaram muitos presentes de herença, como práticas culturais, o folclore, o desejo por andar descalço (quem não gosta de chegar do trabalho e encostar o pé no chão, ou arrastá-lo pela areia na beira da praia?), o costume de descansar em redes, o hábito alimentar, o gosto por frutas, peixes, derivados da mandioca, a cura através de plantas, os instrumentos musicais e até mesmo derivados da língua, como a palavra Tietê, que significa "rio verdadeiro".

Os povos indígenas deixaram uma enorme riqueza cultural para a sociedade brasileira, que impactou diretamente na formação da nossa população. Um povo, hoje, miscigenado, com ideias diferentes, com rostos diferentes, e que bom, já pensou se fôssemos todos iguais? A diferença gera debates, abre a mente, possibilita novas ferramentas, novas linhas de pensamento.

O Brasil está passando por uma fase delicada. As pessoas estão confusas quanto o futuro da nação e o processo do impeachment está aí para comprovar isso. O povo encontra-se dividido, a favor e contra o governo, estão perdendo o respeito uns com os outros, assim como já perderam com o povo que habitou estas terras antes de pensarmos em nascer.

Neste dia 19 vamos repensar os nossos ideais. Vamos lembrar da história dos Índios que por aqui passaram e lutaram, que deixaram esta rica herença cultural para nós, da qual hoje podemos usufruir. Vamos respeitar nossos irmãos que ainda estão ativos, lutando pelos seus ideais, pela memória de seus antepassados. Vamos viver com amor, lutar pela paz, construir um Brasil melhor, onde todos, seja qual for a sua raça, ou cor, tenham seus direitos garantidos e possam simplesmente viver em harmonia.

 

Da Redação DuCampeche