Encarar o lado positivo em ações negativas une moradores do Rio Tavares.

Na manhã de hoje (13/05/15) presenciamos de longe o descaso de um casal que atropelou uma cachorra, aparentemente abandonada, ao trafegar pela avenida principal do Rio Tavares (Rod. Dr. Antônio Luiz Moura Gonzaga) na altura do número 3126.

O casal conduzia um Scenic Prata, e infelizmente não fizeram questão de frear, diminuir a velocidade, nem sequer parar o carro após o incidente, a fim de socorrer o animal.

O barulho do choque pôde ser ouvido de longe, o animal rolou por debaixo do carro e teve ralados em sua cabeça e pescoço, ficando em choque deitado na rodovia. Infelizmente o calor do momento, a velocidade do carro e a preocupação com o cão, não permitiram que pegássemos a placa.

Moradores que caminhavam na rodovia, bem como motos que trafegavam viram e ficaram indignados. Neste instante, o humilde morador Márcio Papa, socorreu a cachorra a pegando no colo e a levando em seus braços até a clínica veterinária Zoo Flora a poucos metros de distância.

Ao entrar na Zoo Flora, o solícito Dr. Luis Gustavo Larizzatti atendeu com prontidão a cachorrinha, e após o diagnóstico detalhado constatou que não existia nenhum sinal evidente de traumatismo craniano ou fratura, assim, todos ficaram aliviados. Neste momento, sabiamente o Dr. Gustavo fez a seguinte proposta ao socorrista Márcio: ''Você se compromete a adotar a cachorra e cuidar dela, de contrapartida nós da Zoo Flora doaremos as injeções, medicamentos e tratamento dos curativos necessários, além da observação da cachorra até o final do dia.'' Márcio aceitando a proposta sem titubear, já marcou de pega-la no final da tarde de hoje.

Após todo o tratamento, me identifiquei e expliquei o porque estava ali tirando fotos e fazendo anotações em meio ao alvoroço. Expliquei sobre o portal e constatei que o Márcio Papa é jornalista e que temos amigos em comum, além de estar procura de emprego. Já o Dr. Gustavo, que já nos encontramos anteriormente no mar surfando, gostou da ideia do portal e mostrou interesse em colaborar escrevendo uma coluna mensal.

Em suma, o desfeche desta ação negativa nos mostrou seu lado positivo, pois a linda cachorrinha de 15kg apelidada por nós de Lost, ganha agora um dono e um lar, além da nova parceria para a comunidade viabilizada entre DuCampeche e Zoo Flora. E por fim, temos um morador empregado, agora integrante da nossa equipe jornalística.

Acreditamos que nada nos acontece por acaso e apesar do ocorrido traumático, lições boas e ações positivas foram realizadas. Muito melhor seria se quem ocasionou tudo estivesse conosco e ajudasse, mas o que era para ser foi.

Como o novo dono é uma pessoa humilde e estava desempregado, caso alguém queira doar algo para a cachorra como casinha, ração... favor entra em contato.

Redação DuCampeche